sexta-feira, 29 de abril de 2011

Cristóvão Colombo e a cidade do céu

Cristóvão Colombo e a cidade do céu
Leia mais
» C. Colombo e a cidade do céu
» Polo inspira Colombo
A ilha que hoje abriga duas repúblicas do Mar das Caraíbas, a do Haiti e a de Santo Domingo, foi no passado, na época do descobrimento, confundida por Cristóvão Colombo como um portal para chegar à Quinsai, a fantástica Cidade do Céu. Admirador de Marco Polo, em quem se inspirou, o navegador genovês tinha certeza que, depois de aprumar suas caravelas em direção ao Oceano Atlântico, ter chegado aos fundões da Ásia, local fantástico que abrigava fortunas incalculáveis e cuja capital era a sede do fabuloso império do Grande Cã.

Colombo atrás da Cidade do Céu

"Diziam os índios que nessa ilha havia minas de ouro e pérolas, e o Almirante viu um local propício para elas ...e entendia o Almirante que ali corriam as naves do Grande Cã, e de grande porte.. que estas terras são boas e férteis as desta ilha Espanhola[hoje Santo Domingo] que não há ninguém capaz de exprimir em palavras e que só pode acreditar quem, já viu."
Diário de Viagem de Colombo, outubro/dezembro de 1492
Marco Polo, impressionado, assegurou que Quinsai era “a mais bela e nobre cidade do mundo”. Situada nos confins da Ásia, tudo nela era imponente e magnífico, um colosso de 160 quilômetros de circunferência, servida por 12 mil pontes e por incontáveis arcos, sob os quais desfilavam embarcações vindas de todos os cantos do império do Grande Cã. Na Cidade do Céu, como a chamavam, via-se um formigueiro humano com 12 mil armazéns e oficinas, nas quais cada mestre dispunha de 30 a 40 auxiliares, atendendo a um ativo mercado onde circulava papel-moeda controlado por ricaços que viviam à forra como se fossem reis.

A Conquista da América - O papel da Espanha

Europa século XV
A expansão marítima e comercial européia do século XV foi a retomada do desenvolvimento econômico da última fase a Idade Média, caracterizada pelo renascimento comercial e urbano. Durante a guerra da reconquista, que foi a luta pela expulsão dos árabes da Península Ibérica, formaram-se as monarquias feudais e Castela foi uma delas. A união definitiva dos reinos ibéricos, que formaram a Espanha, deu-se em 1469, com o casamento de Fernando, rei de Aragão, e Isabel, rainha de Castela, os chamados reis católicos.
Em 1498, após quase um século de preparação, uma frota portuguesa, sob o comando de Vasco da Gama, chegou à Índia. As viagens ao oriente proporcionavam lucros altíssimos o que fez o comércio se intensificar sensivelmente. Esse acontecimento provocou uma mudança no eixo do comércio europeu. Antes de Bartolomeu Dias ultrapassar o Cabo Boa Esperança, a rota do comércio se fazia por terra passando por Veneza. A partir da descoberta do novo caminho para a Índia, os países que têm costas para o Atlântico ficaram em vantagem. O Atlântico tornou-se a mais importante área de comércio do mundo. Portugal, Espanha, Holanda, Inglaterra e França tornaram-se nações privilegiadas.

Lutando para expulsar os muçulmanos da Europa, os espanhóis realizaram a unificação do território da Espanha. Com a queda de Granada, em 1492, completou-se o processo de expulsão dos árabes e de criação da monarquia. Só então, com quase um século de atraso em comparação a Portugal, os espanhóis começaram a sua participação nas Grandes Navegações. Um mapa do florentino Toscanelli sugeria ao genovês, Colombo, a possibilidade de atingir as Índias pelo Ocidente. Acreditando nessa avaliação, apresentou seu projeto ao rei de Portugal, que lhe negou apoio. Foi então em busca da Espanha, e após insistentes solicitações, conseguiu o patrocínio de Fernando de Aragão e Isabel de Castela. Foi então que a expedição partiu rumo ao oeste, sob o comando de Colombo. Após 61 dias de navegação e uma escala nas Canárias, atingiram a ilha de Guanaani (San Salvador) nas Bahamas e, em seguida, Cuba e São Domingos. Cristóvão Colombo descobrira um novo continente, mas não se apercebera disso; acreditava ter chegado às Índias.

Logo os espanhóis deram inicio a conquista e a exploração do referido continente, que se mostrou rico em ouro e prata. No ano de 1519, os espanhóis iniciaram a ocupação do continente americano, invadindo o México numa expedição liderada pelo fidalgo espanhol, Fernão Cortez contra os Astecas.

1492 - Trecho do Filme - O debate na Universidade de Salamanca

Trecho do Filme: 1492, A Conquista do Paraíso. Nessse vídeo aparece a audiência de Cristovão Colombo na Universidade de Salamanca. Colombo trava um debate com as autoridades eclesiásticas para convence-las da vabilidade da circunavegação da Terra.

1492 - Trecho do Filme - Encontro de Colombo com Isabel de Castela

Trecho do Filme: 1492, A Conquista do Paraíso.. Mostra o encontro de Colombo com a Rainha Isabel de Castela onde tenta convence-la do empreendimento da Circunavegação do Globo.

1492 - Trecho do Filme - Cartografia Renascentista.

Trecho do Filme: 1492, A Conquista do Paraíso. Apresenta os elementos da Cartografia Renascentista utilizada por Cristovão Colombo. Nesse trecho,  o monge comunica a Colombo que ele será ouvido por uma comissão na Universidade de Salamanca. O monge recomenda cautela, pois Colombo quer permissão para formar uma expedição e descobrir uma nova rota para a Ásia, navegando para o Ocidente (oeste), atravessando o oceano. O monge avisa que deve lembrar que essa distância é desconhecida, uns dizem que é infinita, mas Colombo argumenta que existe terra há 750 léguas das Ilhas Canárias.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

República Velha e Império - Economia e produção

Produção agrícola na República Velha
Clique na Imagem para ampliar

terça-feira, 12 de abril de 2011

Revolução de 30 - Final da República Velha - Parte 2

Revolução de 30 - Final da República Velha

Pompéia

Pompeia foi outrora uma cidade do Império Romano situada a 22 quilômetros da cidade de Nápoles, na Itália, no território do atual município de Pompeia. A antiga cidade foi destruída durante uma grande erupção do vulcão Vesúvio em 24 de agosto do ano 79 d.C.

A erupção do vulcão provocou uma intensa chuva de cinzas que sepultou completamente a cidade, que se manteve oculta por 1600 anos antes de ser reencontrada por acaso. Cinzas e lama moldaram os corpos das vítimas, permitindo que fossem encontradas do modo exato em que foram atingidas pela erupção do Vesúvio. Desde então, as escavações proporcionaram um sítio arqueológico extraordinário, que possibilita uma visão detalhada na vida de uma cidade dos tempos da Roma Antiga.


sábado, 9 de abril de 2011

ConflictMap

O que é ConflictMap?

Este site aponta ajudar a saber mais sobre guerras e em outros conflitos armados em torno do globo. Contem a informação sumária, links e outros recursos, e, mais importante ainda, a lista é continuamente atualizada de artigos de notícias relevantes. Nós esperamos facilitá-lo aprender onde as guerras estão acontecendo, quem esta envolvido, e o que ocorre no momento, sobretudo, em conflitos menores que não tem informações relevantes nos nos meios de comunicação. Para aqueles com um interesse específico nos conflitos, nós esperamos facilitá-lo seguir o grande volume de notícia neste campo.Informações em Inglês
Clique aqui
Ocorreu um erro neste gadget